quarta-feira, 18 de julho de 2007

"SOL POENTE"



www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net

Olhando o Sol ao poente
Fundimo-nos nessa magia
Tal como Oásis de cor
Libertando Poesia.

E ao deixar embalar-nos
No voo do Albatroz
É como se Deus nos beija-se
Crescendo dentro de nós.

E dessa paz infinita
Que emerge da Alma da gente
Libertam-se raios de Luz
Que brilham ao Sol Poente

F.A

9 comentários:

sa.ra disse...

Olá ilda!

só hoje dei conta da sua passagem pelo Soukha

Obrigada pela visita e pelas palavras!

Também sou "adoradora" do sol!

Beijinho
Dia muito feliz!

rosa dourada/ondina azul disse...

Poema lindo, que traduz bem o que se pode viver no momento.

Fica um beijinho,

Jardineira aprendiz disse...

Gostei destes espaços de paz!

Obrigada pela visita, voltarei sempre que tiver um pouquinho de calma para ler!

lua prateada disse...

Querida Ilda vim aqui ao teu espaço para te ddar toda a minha amizade eparabéns pelo teu lindo blog.Beijinho com carinho da
SOL

lua prateada disse...

Querida Ilda e companheira de palavras...Obrigada pelo comentário e tua pekena história tão linda e tão verdadeira.Adorei.Beijinho com carinho da
SOL

C Valente disse...

Como gosto dos pemas simples, mas belos
Saudações amigas

serenidade disse...

Magnifico o poema,
assim como a paz e serenidade que senti ao lê-lo, obrigada.

Serenos sorrisos

Ilda Oliveira disse...

Caros Irmãos da Palavra e da Beleza...
São pessoas como vós que dizem-me todos os dias que vale Acreditar no Ser Humano assim como continuar
a partilhar tudo o que tenho dentro de mim para ...
Beijos em vossos Corações Eternos
Bem Hajam

Suzi disse...

Olá, Ilda!
Tal como a sa.ra. só hoje percebi que sua presença no blogdasuzi passou sem que eu pudesse retribuir o carinho deixado por lá.

Então, aqui estou (meio-bastante-muito atrasada).
Mas como sempre é tempo de paz, carinho e alegria...

E que venha o sol, porque este meu Rio de janeiro nublado é muito esquisito!
;o)